O tempo presente será passado um dia, o passado será lembrado no presente e o futuro se tornará passado e lembrado no presente!
Copa do Mundo: As Copas dos Anos 80 - Blog do Alê: Um blog diferente para Você!


News
Loading...
Programas de TV - Músicas - Filmes - Séries - Desenhos - Novelas - Quadrinhos - Revistas - Brinquedos - Moda - Comercias - Brincadeiras - Eletrodomésticos - Veículos - Celebridades

Copa do Mundo: As Copas dos Anos 80


A Copa do Mundo FIFA de 1982 foi a 12ª edição das copas do mundo FIFA sediada na Espanha de 13 de junho a 11 de julho. Foi a primeira a contar com 24 seleções, entre elas várias estreantes. No total, 105 países participaram das eliminatórias. A Espanha já gostaria de ter sediado a Copa do Mundo em 1974, mas abriu mão da disputa para que a Alemanha Ocidental vencesse - em troca, teria o apoio dela oito anos depois. Com o acordo diplomático, o país não teve problemas para vencer a disputa e receber um Mundial pela primeira vez.


Para mundializar mais a Copa, a Fifa decidiu que o torneio passaria a ter 24 seleções em 1982 - eram 16 até então. Cinco delas fizeram sua estreia em Mundiais: Argélia, Camarões, Nova Zelândia, Honduras e Kuwait. Pela primeira vez todos os continentes foram representados na competição. O Uruguai, bicampeão mundial, não conseguiu vaga. Equipes fortes da Europa, casos de Holanda e Portugal, também não marcaram presença. Naranjito, laranja vestida com as cores da Espanha, uma das forças de exportação do país, foi o mascote da Copa de 1982. A laranja na Espanha é uma fruta típica da Comunidade Valenciana e Andaluzia. E a bola oficial manteve o nome de Adidas Tango vindo da edição anterior.

O sistema de desempate através dos pênaltis foi introduzido em 1978, mas só entrou em vigor no Mundial da Espanha. A Alemanha derrotou a França por 5 a 4 e se classificou para a final do torneio. No jogo entre Iugoslávia 0 x 0 Irlanda do Norte, o atacante norte-irlandês Norman Whiteside se tornou o jogador mais jovem a disputar um jogo de Copa do Mundo aos 17 anos e 41 dias. Superando um recorde que antes era do brasileiro Pelé.

A final da Copa aconteceu em 11 de julho no Estádio Santiago Bernabéu, em Madri. Mas o que era para ser um clássico virou um passeio italiano. A Azzurra passeou em campo, embalada pelas vitórias sobre Argentina e Brasil, e não tomou conhecimento da Alemanha. O 1º tempo termina com 0 x 0. No 2º tempo, porém, a seleção italiana abriu 3 x 0, sendo o primeiro gol do carrasco Paolo Rossi, que assim se tornava o artilheiro do torneio, com 6 gols. A Alemanha ainda descontou, mas já era tarde para a reação do time germânico. A Itália era mesmo a campeã, consagrada em cima da Argentina (campeã do mundo), do Brasil (favorito ao título) e da Alemanha (sua maior rival).

1986 - Alemanha
Argentina 1982
Seleção Argentina Bi-campeã

A Copa do Mundo FIFA de 1986 foi a 13ª Copa do Mundo disputada, e contou com a participação de 24 países divididos em seis grupos com quatro. De cada grupo os 2 primeiros colocados se classificavam diretamente para as Oitavas de Final. Para completar as 16 seleções classificadas, os 4 terceiros colocados de melhor campanha conquistavam a vaga por índice técnico. No total 113 países participaram das eliminatórias.


A Copa de 1986 seria disputada na Colômbia. Porém, os graves problemas econômicos deste país impediram os colombianos de serem os anfitriões do torneio. A FIFA ofereceu a Copa para o Brasil,1 os Estados Unidos e o Canadá, em 1982, mas os governos desses três países recusaram. Então, o Mundial foi aceito pelo México, escolhido em 1983 para sediá-lo mais uma vez. Nem mesmo os terremotos um ano antes puseram em risco a realização da copa.

O mascote oficial da Copa do Mundo de 1986 foi Pique, uma pimenta jalapeño, característica da culinária mexicana, com um bigode, um sombreiro Colimote, e as cores da Seleção Mexicana. Seu nome vem do termo picante, em espanhol para pimentas picantes e molhos. A bola utilizada foi a Adidas Azteca, tendo na primeira vez em uma bola oficial, detalhes específicos do país anfitrião, também sendo a primeira bola sintética, revestida com poliuretano sendo resistente à chuva com boas qualidades em diversas superfícies.


A final foi realizada em 29 de junho, no Estádio Azteca na Cidade do México, Argentina e Alemanha Ocidental fizeram o duelo do futebol arte contra o futebol marcial e tático. A Argentina abre 2 a 0 com gols de José Luis Brown e Jorge Valdano, dominando amplamente a partida. Mas a Alemanha, repetindo 54 e 74, busca o resultado e empata com gols de Karl-Heinz Rummenigge e Rudi Völler, ambos após cobranças de escanteio. Só que dessa vez o final seria diferente e Maradona não permitiu que sua seleção levasse a virada, fato não evitado por Ferenc Puskás e Johan Cruyff. Em um descuido de Matthäus, escolhido especialmente para marcar Maradona, o "Pibe" acha Burruchaga e o lança livre por trás da zaga alemã, marcando 3 a 2 para a Argentina. Dessa vez, ao contrário de 1978, sem contestações. Trazendo o 2º título da seleção argentina.

Fonte: Geocities.ws

Amanhã o presente será passado! Alessandro Turci


1970 - 1971 - 1972 - 1973 - 1974 - 1975 - 1976 - 1977 - 1978 - 1979 - 1980 - 1981 - 1982 - 1983 - 1984 - 1985 - 1986 - 1987 - 1988 - 1989 - 1990 - 1991 - 1992 - 1993 - 1994 - 1995 - 1996 - 1997 - 1998 - 1999 - 2000 - 2001 - 2002 - 2003 - 2004 - 2005 - 2006 - 2007 - 2008 - 2009 - 2010 - 2011 - 2012 - 2013 - 2014 - 2015 - 2016 - 2017 - 2018 - 2019 - 2020 - 2021 - 2022 - 2023 - 2024 - 2025 - 2026 - 2027 - 2028 - 2029

Ao utilizar ou acessar o site, você concorda com o uso de Cookies do Blog do Alê Os cookies são usados para fazer com que os sites funcionem da forma mais eficaz; nós usamos cookies para melhorar a sua experiência ao visitar nosso site leia nossa Política de Cookies.
http://www.blogdoale.website